A Postura

Muito daquilo que Paulo Portas é transparece da sua postura. Na Assembleia da República, e sobretudo desde que se demitiu irrevogavelmente, Portas passa as sessões parlamentares a “ler o jornal”. Figurativamente, claro está, porque o que vemos é o vice-primeiro-ministro a olhar para um ponto indefinido – mas certamente muito interessante… – situado algures no balcão frontal onde poisa os seus papéis, e onde, sem cessar, vai escrevinhando ou anotando sabe-se lá exactamente o quê. O que me parece certo é que pela insistência, regularidade e perenidade com que o faz, suspeito que já tenha escrito mais livros ali do que aqueles que alguma vez tenha lido em toda a sua vida. A verdade, porém, desnudada, à vista de todos, é que a cabeça já não levanta. Já não se ergue, não enfrenta, não se mostra. E quando o faz, quando por imperativa necessidade discursiva/cénica retira os olhos do papel, Paulo Portas só é capaz de olhar para a bancada do CDS, ou de se virar, muito timidamente, também para a do PSD.

A verdade é que Paulo Portas não passa hoje de um envergonhado ambulante. De um acossado, engolido pela contradição, pela hipocrisia e pelo cinismo político. Atento como é, como sempre foi, às quedas abruptas da sua popularidade, sentindo como ninguém o fardo de ser odiado, desprezado, criticado em grande parte por aqueles que um dia disse defender, não admira nada que a cabeça do vice-primeiro-ministro lhe pese mais no corpo do que a dívida externa nas contas públicas portuguesas. Paulo Portas é um político em decadência e ele sabe-o melhor do que ninguém. E nem mesmo este ridículo e vazio “guião” para uma suposta “reforma do Estado”, usado para dar ao defunto um ar “reformador” que sempre ambicionou mas que nunca soube nem teve capacidade para ser, será suficiente para salvar Portas de uma adivinhável derrota histórica, diria mesmo retumbante, numas próximas eleições legislativas. E que estas venham o quanto antes.

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

10 Responses to A Postura

  1. A.Silva says:

    Boa análise 🙂

  2. m. says:

    Cada vez que vejo esta cara, salta-me a mão para a bofetada.

  3. João. says:

    Paulo Portas também sabe que só precisa de manter o CDS sob o seu poder pois que se perder o PSD e ganhar o PS sem maioria absuluta este o chamará para uma coligação e o recolocará no poder.

  4. JgMenos says:

    Tanta é a mentira que passa pela boca dos políticos sob o manto da ‘luta política’ sem que aos que as pronunciam se assaque qualquer responsbilidade pessoal, que é mero divertimentp esta ladaínha sobre o irrevogável.
    Irrevogável mesmo é o cinismo dos partidos e seus agentes!

    • De says:

      Uma ode anti-políticos,misturada com a tentativa de desculpabilização do dito irrevogável do portas.
      Que o conhecimento dos “políticos” para Menos se resuma à listagem que vai de salazar e tomaz a passos coelho , passando pelo irrevogável, por cavaco,por sócrates, por gaspar, albuquerque, dias loureiro and so on, é indicador claro que o universo em que se move Menos é um universo amputado.
      Seria mais ou menos dizer que todos os homens são iguais, o que vai directamente e de forma irónica contra as teorias de supremacia xenófoba de Menos.
      🙂

  5. Bom texto! O Taxi espera o cds/pp

  6. imbondeiro says:

    Parafraseando o supra comentador, o caro adelinoferreira45″, o taxi espera o CDS-PP”. Mas eu pergunto: alguma vez terão os “populares” abandonado o carro de praça? O CDS-PP ocupou, de há muito, o nicho de “call girl” do nosso sistema institucional “centrolacionista”. Dito em português curto e grosso, o partido do senhor Paulo Portas é a puta do “Centrão”, que hora se amiga com um, ora faz olhinhos a outro, estando na cama a fornicar, por conveniência, com o primeiro. E fá-lo sem nenhuma vergonha nem recato, lançando a infâmia sobre as verdadeiras putas que, essas, honra lhes seja feita, assumem-se briosamente como tal e não adoptam, ao mínimo olhar ou reparo reprovador, o ar e a postura de virgem ofendida com que nos brinda a “Madame superiora” dessa casa de tolerância que é o PP. E é por demais sabido que o taxi é o meio de transporte de eleição no meio da putaria.

  7. 5ª Coluna says:

    Quem mantem na berlinda Paulo Portas e o CDS, são as politicas de traficância do PCP/PS/BE que em nome da estabilidade deste regime fascista estão sempre prontos a venderem-se por um prato de lentilhas. Se assim não fosse há muito que o CDS PSD, Paulos Portas e coelhos estariam no caixote do lixo.

    • De says:

      Está manifestamente equivocado desta vez a 5ª coluna.Acontece nestas colunas
      O prato de lentilhas podem servir bem ao PSD e PS.Mesmo a mais uns tantos.
      Agora a todos os que aponta…

      Boatos e tentativas de sabotagem difundidos pelas quintas colunas…
      é o habitual , né?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s