"Não há acasos nesta história de Eduardo Gageiro"

coisas

“‘Filmámos, filmámos, filmámos.’ Foi isto que Tiago Cravidão fez durante quatro anos, uma sombra com máquina de filmar do fotojornalista Eduardo Gageiro. O resulto é o documentário ‘As Coisas não São Feitas por Acaso’, que tem antestreia marcada para o próximo dia 31 de Maio, no Cinema São Jorge, Lisboa.

Tiago Cravidão explica esta perseguição intensiva: ‘Interessava-me ver e filmar o próprio fotógrafo a tirar fotografias e a forma como no fundo a sua relação com o mundo lhe permite fazer as imagens que faz.’

O documentário não pretende relatar a vida e obra de Eduardo Gageiro, mas conta, no entanto, com a participação de dois testemunhos, José Araújo, gráfico que constrói desde sempre os livros de Gageiro, e Válter Vinagre, também fotógrafo: ‘A ideia nunca foi ter alguém que descrevesse as fotografias dele, mas pessoas que, de alguma maneira, tivessem muito entusiasmo e um gosto franco pelo trabalho do Eduardo, pelas imagens dele’, explica-nos Tiago.”

Ler o resto da crónica de Carolina Pelicano Falcão, no i.
Mais informações sobre a ante-estreia, aqui. Evento no Facebook, aqui.

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

One Response to "Não há acasos nesta história de Eduardo Gageiro"

  1. Pingback: “As coisas não são feitas por acaso”, nas “Vidas que Contam” de Ana Aranha | cinco dias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s