Daniel

Estive a ler o daniel em random play para conseguir encontrar este vídeo, que ele partilhou com as massas há quase dois anos. Entre posts de que me lembrava e outros de que nem por isso, descobri que a frase “ainda hoje não admito que digam mal do Konsalik à minha frente”, que eu atribuía ao Rogério Casanova (obras completas da Morgada de V., texto integral, 12 posts), foi cunhada pelo daniel, que parece ter tido o mesmo senhor do Círculo de Leitores que nós lá em casa, mas com bigode. Sinto-me a encarnação daquele português que vai em excursão a Viena, canta tandandandan! tandandandan! ao busto do Mozart, e remata a homenagem com um “ah, ganda Schubert!”.

A todas as pessoas envolvidas, sobretudo o Konsalik e o Beethoven, as minhas desculpas póstumas.

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

4 Responses to Daniel

  1. Daniel says:

    Lembro-me como se fosse hoje, ou pelo menos ontem, desse fragmento das obras completas (e bem boas) da Morgada. Na altura, fiquei com a leve sensação de estar a ser citado sem estar a ser citado, mas não comentei nada aqui porque, para além de não conseguir acompanhar tudo o que o Rogério Casanova escrevia quando o Sporting Clube de Portugal era vivo, teria sido um pouco ridículo reclamar a autoria de uma frase como “à minha frente ou nas minhas costas, ninguém diz mal do Konsalik” (até o Valentim Loureiro deve ter, só em textos para comícios, dez frases melhores do que essa no curriculum vitae).

    • Morgada de V. says:

      Devias ter reclamado (vou tratar-te por tu: isto é um antro de comunistas, e estas coisas são contagiosas): eu, que tenho vagas mas gratas recordações das horas passadas a ler a “Natacha” do Konsalik, uma porno-chanchada russa, e que sofria de ansiedade quando o senhor do Círculo de Leitores voltava sem termos o cupão preenchido, acho essa frase fabulosa. O post é todo fabuloso, e que não tenha tido uma centena de comentários é a prova de que vivemos numa sociedade para lá de corrupta, que não honra os senhores do Círculo de Leitores caídos no combate pela educação desregrada do leitor.

      P.S. Não consigo rectificar o post original em que atribuía erradamente a tua frase ao Rogério Casanova, porque o antigo 5dias está inacessível e vai ficar assim, com erros e gralhas e atribuições erradas, até ao fim dos tempos – ou até a internet acabar, o que acontecer primeiro.

      • Daniel says:

        Nesse tempo, eu não permitia comentários na Rulote. Acho que isso explica, em parte, que aquele texto não tenha recebido uma centena de comentários. Mesmo assim, é estranho.

        E não vale a pena corrigir nada. O post original fica bem como está na arca do 5dias. Se corrigisses esse, este deixaria de fazer sentido (e não sei se a internet aguentaria tamanho curto-circuito).

        (nós raramente tínhamos o cupão totalmente preenchido quando o homem do Círculo de Leitores voltava; era tudo feito à pressa: “escolhe lá um, rápido”, “mas tu queres esse?”, etc, etc)

      • Morgada de V. says:

        Muito estranho. Parafraseando o Sérgio (que eu não conheço), que parafraseia o Brian Eno (que eu também não conheço), poucos terão lido esse post (que, repito, pode ser encontrado —>aqui<—), mas todos os que o fizeram hão-de um dia formar qualquer coisa. Esperemos que não seja um partido, e que eu tenha atribuído as citações às pessoas certas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s