"O povo está hoje reunido para toda a gente se revoltar. Se for preciso temos outro 25 de Abril"

Na Assembleia Popular do 2M de Braga.

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

4 Responses to "O povo está hoje reunido para toda a gente se revoltar. Se for preciso temos outro 25 de Abril"

  1. JgMenos says:

    Wishful thinking!
    Essa do 25A revolução popular é treta; foi golpe militar com adesão popular…entre outras razões porque todo o povo fora militar de algum modo.

    • De says:

      Eis a visão de Menos na sua versão 5 dias, em que precisa mostrar um pouco mais de civilidade.Os disparates de Menos sobre o 25 de Abril são fruto directo do seu peculiar rancor contra o 25 de Abrl. Mas ocultos naquele tom de sépia dos doutrinadores hipócritas
      De facto Menos tem uma versão que ultrapassa de longe a banha da cobra que nos tenta impingir.
      Ouçamo-lo a ele,Menos,num comentário num blog sobre a imensa manifestação de 2 de Março:

      “E também sabia que por lá andariam uns cabrões que só têm por única ideia a demissão do governo, numa espécie de masturbação ideológica que os compensa da sua completa incapacidade de formular uma qualquer solução exequível.
      Para esses coirões, a par do meu mais profundo desprezo, vai a certeza de que nem ganham eleições nem têm tomates para fazer revoluções.”
      Fim de citação.

      Apelando ao que de mais baixo há entre os troikistas em estado de pura fúria, eis o “Wishful thinking! na sua versão trauliteira.
      Mete asco de facto

  2. JgMenos says:

    Fico sempre emocionado quando a ‘DE’ me publica.
    Digo ‘a’ porque toda a malícia de publicar excertos tem um toque irrecusavelmente feminino.
    Tem ainda uma outra característica esta não de género mas de carácter: a um argumento acrescenta o que diz pensar o autor, mais o que o autor pensa e não diz; e sempre diz o que pensa do autor.
    Já me referiram casos em que argumentar perde sentido para quem interiorizou valores ao ponto de terem abandonado o cérebro e estarem em algum outro lugar das entranhas. Porventura será o lamentável caso!

    • De says:

      Menos sempre emocionado e comovido.
      Apesar da pequena fúria (desta vez “pequena” porque abandona os “cabrões e os coirões” para passar ao “toque irremediavelmente feminino”…..a raiva misturada com a pequena vilania é característica da direita trauliteira.Confere,lol) .
      E o pequeno Menos continua em frente, entranhado no seu discurso de ocasião,deixando para trás os tais “cabrões” que têm a ousadia de reivindicar a queda do governo e aos quais aplica o “seu profundo desprezo”
      O que faz aqui não é um mistério.Masturba-se impotente face aos que despreza? Impotente busca nas entranhas alheias a ausência de valores que lhe faltam no quotidiano?
      A mudança no género com que me crisma é outro indicador da referida impotência?

      O que está dito,dito está.Ficámos a apreciar os ditos de Menos nalgumas das suas fases e a hipocrisia de quem a diz.Mas também ficámos a saber a forma cobarde como nem sequer assume o que escreve( há mais testemunhos,oh se há) preferindo refugiar-se no paleio barato sobre ” o que diz pensar o autor”
      Pois é. Por mais que isto pese a Menos, as pegadas reveladoras da pulhices do género humano continuarão a ser denunciadas.Pese a linguagem escatológica com que o cobarde se pavoneia nos locais em que se sente seguro ou as ameaças veladas que por vezes polvilham o seu discurso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s