Hugo Chavez e a Revolução Bolivariana

Chavez é a síntese de um processo histórico

Foi me dito assim, por um activista de uma rádio comunitária que congregava vários movimentos sociais numa cidade da Venezuela… Era um grupo um tanto ou quanto anarcó-basista, mas tinham bem a consciência do papel de Chavez no processo histórico e eles próprios eram “Chavistas”.

Enfim… deixo aqui alguns textos e outros materiais que ao longo do tempo fui elaborando acerca do assunto.

Revolução? Bolivariana? (texto de análise)

Crónicas da Venezuela (apresentação power point)

Crónicas da Venezuela (programa de rádio com o relato, entrevistas e músicas da visita que fiz à Venezuela nos idos de 2008)

Abaixo fica um pequeno tributo…

Uma das coisas de que me apercebi na minha viagem foi do carácter heterogéneo do campo “chavista”… Diferentes movimentos sociais, partidos, sectores sociais congregaram-se em torno de Chavez. Será difícil, sem o seu carisma e o respeito que inspirava nas massas, manter essa hetróclita coligação. Veremos…

De qualquer das formas, aconteça o que acontecer, já deixou uma marca profundamente positiva na História dos povos.

“Se fui capaz de ver mais longe,é porque me apoiei em ombros de gigantes.”  Isaac Newton

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Hugo Chavez e a Revolução Bolivariana

  1. De says:

    El vídeo de la conferencía que hace unos años dictó Eduardo Galeano en Italia. Fue allí donde un ciudadano humilde de Venezuela respecto al aprecio que le merece el presidente de su país:

    “Yo no quiero que Chávez se vaya porque no quiero volver a ser invisible”.

  2. CausasPerdidas says:

    Inclino-me perante a memória de um revolucionário, muitas vezes equivocado, mas genuíno.
    E como a genuinidade é mais importante que os erros: Hugo Chávez, presente!

  3. Rocha says:

    Faço minhas as palavras de CausasPerdidas. Apesar de discordâncias que tive com Chávez faço o elogio de um revolucionário genuíno, defensor do seu povo, dos seus trabalhadores, dos seus operários, dos seus camponeses e daquela massa de deserdados dos bairros e favelas da Venezuela que tão heroicamente contribuíram para o rumo revolucionário e assumidamente socialista da Revolução Bolivariana.

    Hasta siempre Comandante!
    Pátria, Socialismo o muerte, venceremos!

  4. Tiago Silva says:

    Francisco, seria possível disponibilizar o seu texto de análise em formato pdf? Queria-o imprimir, mas naquele site parece não dar…

    • Francisco says:

      Já alterei o link para o texto de análise. Penso que já permite o download do PDF. O texto foi escrito em 2005-2006 por isso pode ter algumas coisas um bocado datadas, mas no essencial penso que continua muito actual. Há que ter em conta que na altura havia uma intensa campanha anti-chavista o homem e o processo eram denegridos por tudo e por todos… Neste momento até estou impressionado com o que se tem sido dito… Paulo Portas, esse grande Bolivariano!

  5. José Luís Moreira dos Santos says:

    Chavez, à laia do Aly Primera, morreu para viver, para viver no coração daqueles que no seu país deixaram a miséria guardada na memória de todas as ameaças. Mas também de todos os latino-americanos que, hoje e pelo enorme contibuto de Chvez, olham o horizonte ppara dentro de si mesmos, não em função da bandeira que a embaixada americana pendura na sua fachada. O tempo há de mostrar quanto vale um homem sem medo. Tinha defeitos? Muito menos do que eu, que até tenho a mania de que sou bom!
    José Luís Moreira dos Santos

  6. Bento says:

    A luta de Chavez pela democracia. O golpe neoliberal fascista de 2002 e a comunicacao social privada

    • De says:

      A directora do Publico,uma tal bárbara reis, aparece num inenarrável comentário sobre Hugo Chavez, afirmando que este “violou os direitos humanos mais básicos”.
      Duma forma confrangedora, a srª directora presta-se aquele triste espectáculo, boçal, irreal e nojento.
      Não sei se ela tem consciência da figura que faz.Muito assustados devem estar os chefes do Público para assim chamarem o seu pivot de topo para debitar velharias tão mal cozidas como aquelas.
      Ficámos a conhecer todavia mais um pouco desta bárbara reis e do alarido que Chavez provocou nas chancelarias do reino

  7. Hasta siempre Comandante.
    Chavez continuará vivo, no coração dos venezuelanos que defendem a revolução bolivariana e de todos aqueles que desejam um Mundo melhor, livre do imperialismo, do liberalismo/facista e lutam por uma sociedade justa e fraterna, o socialismo.
    Era de um Homem/Presidente destes que Portugal precisava para que o Povo se sentisse orgulhoso e digno do seu representante supremo.

  8. Pingback: Notas sobre Chávez e o processo revolucionário venezuelano | Sentidos Distintos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s