Em cada esquina um amigo

Hoje faz 26 anos que deixaste de nos poder cantar a Vila Morena. Não podia deixar de o lembrar neste momento em que a “Grândola” está a ser recuperada para a luta do povo que te viu nascer. Desde a semana passada, por todo o país, o poder estremece cada vez que se ouve cantar que o povo é quem mais ordena. O sinal foi dado na Assembleia da República num momento impressionante que correu mundo.
Diz-nos o PS, imediatamente secundado pelo governo e pela esmagadora maioria dos comentadores que se alinham à noite nas televisões, que cantar a tua canção, que alguém entendeu transformar na nossa senha para a liberdade, atenta contra a liberdade de expressão de quem nos rouba o futuro. Eles, sempre juntos quando o poder estremece, passam horas a discorrer sobre os perigos da canção cantada pelos que não têm voz.
Travar quem ocupa todo o tempo mediático para fazer a propaganda que quer sem contraditório, quem intercede para despedir e censurar opiniões rebeldes ou quem faz sair notícias falsas sobre duas ou três militâncias das mil militâncias que se juntam na organização do protesto do próximo dia 2 de Março, deixou de ser um direito e passou a ser um dever. O dever de resistência.
A senha está lançada. De hoje a oito dias, os que não têm voz, de todas as cores, em todas as cidades, de todos os partidos e sem partido, sairão à rua.
Encher-te-emos de orgulho. Faremos, outra vez, da tua música a nossa arma.

Hoje no i

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

5 Responses to Em cada esquina um amigo

  1. xatoo says:

    No chão do medo
    Tombam os vencidos
    Ouvem-se os gritos
    Na noite abafada
    Jazem nos fossos
    Vítimas dum credo
    E não se esgota
    O sangue da manada

    • JgMenos says:

      Os vencidos parecem parte da manada, que pelos vistos tem um credo, ou só tem sangue para dar aos que têm um credo; não percebi bem.
      Com mais uns vampiros a cena estaria completa e o plágio mais evidente!

      • De says:

        Não percebeu?
        Oh Menos mas isto tem décadas.
        Vem desde a longa noite do fascismo e por várias vezes os fascistas tiveram que “actuar” por causa dela.Faz parte da História da Resistência ao Fascismo.
        E parece que está cada vez mais actual

        Se não entendeu peça explicador.Pode ser a um dos Pides ou a um dos seus mandantes.

      • JgMenos says:

        Julguei que fosse cena mais actual!
        Tratando-se da ‘longa noite do fascismo’ nem teria qualquer dúvida em passar à frente, pois é matéria que é já do domínio mítico ou até místico, onde só interfiro se estou particularmente bem-disposto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s