Inaceitável

Inaceitável é que haja mais de 13000 crianças com fome em Portugal, inaceitável é que haja mais de 1,5 milhão de desempregados, inaceitável é que manifestantes pacificos sejam identificados e chamados a tribunal, inaceitável é cortarem-nos os subsidios de desemprego, é chamarem-nos mandriões, é atirarem-nos para o buraco do desespero social a sobreviver da caridade das organizações eclesiásticas. Inaceitável é sermos precários, ilegais e dispensáveis porque os lucros não aumentaram na proporção esperada. Inaceitável é a saúde, a educação, o trabalho, todo o acordo social que tinhamos estabelecido ser rompido unilateralmente por fantoches sem legitimidade (REAL) democrática.

Um ministro ser impedido de falar? A mim parece-me demasiado razoável…

Advertisements

About zenuno

http://despauterio.net
This entry was posted in 5dias. Bookmark the permalink.

5 Responses to Inaceitável

  1. A.Silva says:

    Inadmissivel é o sacripanta do relvas mandar calar uma série de jornalistas nos meios de comunicação!

  2. anónimo says:

    “Um ministro ser impedido de falar? A mim parece-me demasiado razoável…”
    Perante o estado do País, a limitação da liberdade de expressão (neste caso de um ministro) passou a ser “demasiado razoável”. Provavelmente a suspensão de outras liberdades individuais e da própria democracia também. Está visto portanto que Manuela Ferreira Leite tinha razão. Só estranho que quem defenda a suspensão da democracia seja agora a extrema esquerda … afinal, se pensarmos bem, talvez não seja assim tão estranho.

  3. JgMenos says:

    Inaceitável é que acredites em manás bíblicos, que queiras que se faça JÁ o que andaram a desfazer por décadas!
    Inaceitável é pensar que alguém anda a trabalhar para ti desde que grites bem alto!
    Inaceitável é nada saberes do que podes fazer hoje e todos os dias para mudar a situação!
    Inaceitável é cevares a tua impotência numa arruaça miserável!

    • De says:

      Inaceitável o capitalismo.E os seus próceres.
      Inaceitável é os pequenos dizeres miseráveis desculpabilizadores da canalha que governa impune.Perante o descalabro social que vivemos alguém tem o arrojo de, num tratamento coloquial por tu, vir falar em manás bíblicos, tentando vincar os preceitos religiosos de “Deus criou pobres e ricos e sempre haverá ricos e pobres”.
      A desfaçatez atinge um patamar de cano de esgoto quando se afirma que ” alguém anda a trabalhar para “ti” desde que grites mais alto”. Não,não é questão de gritar mais alto,isto é apenas o carácter de classe de Menos,tentando que se esqueça que quem anda a trabalhar para o capital é quem é explorado por este. No fundo o que Menos procura é que se silenciem as vozes que em voz alta e sonora denunnciam as pulhices governamentais.E com estas, o lodo incontornável do capitalismo em estado de putrefacção acelerado.

      E aí,eis Menos a mover-se,inquieto mas impotente e , ao jeito de arruaceiro miserável, arrogar-se a tal tipo de “discurso”farisaico e cúmplice dos terroristas sociais

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s